1

MARIA ALBANIZA MORRE VITIMA DE ERRO MÉDICO

sábado, 9 de março de 2013.
Maria Albaniza estava assim quando foi com seus própios pés ao Hospital Municipal de Belterra
Maria Albanizia depois que procurou ajuda no Hospital Municipal de Belterra

 

Faleceu na manhã desta quinta-feira a jovem MARIA ALBENIZIA OLIVEIRA DOS ANJOS de 30 anos. Ela foi vitima de um erro médico do Dr. IOHAN PEREIRA GUEDES, que de forma irresponsável arriscou fazer uma cirurgia em um hospital que não havia condições mínimas para se fazer um procedimento cirúrgico, já que o Hospital Municipal Santo Antonio,  não tinha autorização e estruturas físicas e de higiene adequadas para realizar tais procedimentos.


O município falhou quando deixou este carniceiro  atentar contra a vida desta jovem que deixa três filhos, o menor com sete anos e a maior com apenas doze anos.


A jovem ALBENIZIA  passou mais de dois anos agonizando em cima de uma cama, foi guerreira até a morte, provando para si mesma e para todos que não queria morrer. 


Nestes dois anos a morte deu varias viagens perdida na vila 129, pois mesmo vendo um corpo frágil e debilitado em cima de uma cama, dona morte também encontrava uma alma forte que queria e queria viver.


MARIA ALBENIZIA, lutou até que se esgotaram todas as suas forças não resistiu mais e partiu como um mártir fez questão de ir em um dia que jamais será esquecido.
O dia Internacional da Mulher em Belterra terá um novo sentido porque sua morte jamais será esquecida, ficará marcado com rotulo negro a nossa história, parece até que foi ela que quis assim.


Coincidentemente ontem foi inaugurado,  a primeira obra da prefeita Dilma (PT) o “Centro de Referencia da Mulher”, bem que este ambiente senhores vereadores poderia levar o nome de MARIA ALBENIZIA OLIVEIRA DOS ANJOS,  até porque lá haverá inúmeros atendimentos que esta humilde belterrense morreu precisando e não teve.


O município de Belterra que foi o maior responsável pelo que aconteceu a esta jovem tem uma grande divida pois ao invés de pelo menos tentar reparar o seu erro a sua falha a sua incompetência se ausentou  se esquivou de sua responsabilidade e largou esta jovem mãe de família a própria sorte. 


Ainda há tempo senhores vereadores e senhora prefeita municipal, ainda há tempo, pois esta vitima deixa três jovens filhos e se o município tivesse dado uma aposentadoria vitalícia e MARIA ALBENIZIA, seu filho menor receberia até completar seus 21 anos, se não fizeram quando ela estava viva, que  façam agora. Além do caixão e a cara de madeira de vossas excelências no velório dessa jovem, levem também algo muito mais que conforto a estas crianças que ficaram órfãs.


Façam mais ainda senhores vereadores que não estavam na Câmara Municipal quando isso tudo aconteceu.
Mas façam mesmo assim, não permitam senhores que a negociação para trazer este médico de volta ao Hospital Municipal se concretizem. 

Não deixem que uma simples casa possa valer mais que uma vida. Não deixem. 


Acompanhe a materia feita no blog do JK e Blog do Patrocinio   

Sexta-feira, 16 de março de 2012

"Erro médico" Maria Albenizia ficou paraplégica e Dr. Yohan continua medicando normalmente


O BLOG DO JK, foi procurado pela senhora Andrea Castro Leite e pelo Senhor Antônio dos santos Silva (irmã e cunhado) da senhora MARIA ALBENIZIA OLIVEIRA DOS ANJOS de 29 anos. 

Eles vieram procurar o BLOG DO JK para denunciar o médico IOHAN PEREIRA GUEDES, (médico hoje do hospital municipal de Santarém), que por falha dele (segundo a família da vitima) em ato cirúrgico no Hospital Santo Antônio de Belterra, quando o mesmo atendia por lá no ano passado, e deixou paraplégica a jovem MARIA ALBENIZIA, não dando assistência a mesma que hoje se encontra vegetando em cima de uma cama. A família descobriu depois da operação que o Dr. YOHAN PEREIRA GUEDES, não tem especialidade e nem Residência Médica, por isso não podia ter realizado a operação e nem aplicado anestesia.

A família pede que o blog denuncie, e que seja feita justiça, pois são pessoas humildes, e não tem dinheiro para levar o caso adiante, eles querem que o MPE ajude eles, e processe o médico IOHAN PEREIRA GUEDES por ter feito isso com a MARIA ALBENIZIA, já que ele sabia que não podia operar.

Veja como era e como está hoje a jovem
ü Empresa: PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTAREM
Atividades desenvolvidas: Auxiliar administração.
ü Priodo: 06 meses

MARIA ALBENIZIA de 29 anos a esquerda da foto que foi tirada em julho de 2011, antes da operação em Belterra

MARIA ALBENIZIA, de 29 anos está hoje em cima de uma cama em estado vegetativo

A família só quer justiça

ENTENDA O CASO: A paciente fez cirurgia eletiva, onde foi internada no Hospital Santo Antônio em Belterra no dia 02 - 08 - 2011 e foi operada no dia 03 - 08 - 2011, com diagnóstico de lipoma (do tamanho de uma laranja) na região cervical; onde o Dr. IOHAN PEREIRA GUEDES, que na época era diretor desse hospital, se propôs a fazer essa cirurgia relatando ser cirurgião, onde a mesma paciente iria fazer no Hospital Regional, mais pela facilidade e comodidade ela optou por fazer a cirurgia em Belterra com o Dr. IOHAN, onde não fora pedido o risco cirúrgico (exames laboratoriais; ECG, RX torax) onde no inicio da cirurgia o médico colocou 40 ML de anestesia (tópico) onde a paciente continuou sentindo dor e o mesmo acrescentou +20 ML de anestésico; onde a literatura médica permite somente que seja dado no máximo 40 ML de anestesia e a paciente teve na hora parada cardíorespiratoria sguida de convulsões, sendo que o mesmo médico Dr IOHAN pediu ajuda ao médico Dr José Carlos, clinico geral de Belterra pois o Dr IOHAM não conseguia reverter o quadro, deixando a mulher paraplégica.
                           Nota do Blog

Um erro na administração pública pode deixar seqüelas para sempre. O blog Portal Belterra fez e faz várias denúncias ao descasos na gestão pública, não por ser oposição a governo ou com intuito de perseguir A ou B ou ainda como já fomos acusados de está a serviço de grupos políticos. Não.  Fazemos criticas aqui denunciando, questionando, dando sugestões, criticando as vezes, por entender que um pequeno erro pode deixar seqüelas e feridas que o tempo jamais poderá apagar. Os responsáveis por crimes como esse deveriam está na cadeia.
Em agosto 04 de Agosto de 2011 denunciamos aqui este caso com o título usuarios dos SUS correm risco de vida em Belterra. Denúncia esta que levaram o pedido de uma CPI e posterior cassação da ex-vereadora Zelma (PT). ( Aproveito para parabenizar todos os nove vereadores que independente de sigla partidária, amizade, parentesco ou ainda acordos políticos cumpriram seu papel)
Hoje olhando o blog do amigo JK, nos deparamos com cenas  lamentáveis e impossíveis de não reproduzir-las aqui. Quero por tanto ir além, quero cobrar dos nossos vereadores uma atenção melhor a este caso e que leve o ao Ministério Público e Conselho de Medicina. Por outro lado o município tem que assumir sua responsabilidade e tentar reparar de alguma forma o que foi causado na vida dessa senhora.
Vamos torcer para que alguma coisa seja feita.

Um comentário:

  1. Aluizio da Silva França Junior31 de março de 2013 20:27

    Eu acredito que esses profissionais que atuam com tanto desprezo pela vida alheia, um dia colherão os frutos de suas atitudes inconsequentes.

    ResponderExcluir

Caro leitor por favor assine o comentário, pois não publicaremos comentários de anônimo

 
Blog do Patrocínio-Flona Tapajós-Pará-Brasil |